O que deixa as mulheres doentes

Como vimos nos posts, A mulher e a carreira e Nós não somos mulheres maravilhas, as mulheres estão adoecendo mais e aumentando as estatísticas das doenças tipicamente masculinas. O grande vilão é o estresse, o perfeccionismo e querer dar conta de tudo sozinha.
 
 
modelo masculino adoece as mulheres
 

O modelo corporativo atual é o vilão

 
O modelo masculino, do mundo corporativo, está desestabilizando a saúde feminina. As mulheres, desde que invadiram o mercado de trabalho, vem tentando se ajustar ao modelo masculino, negligenciando com isso a sua natureza feminina. Em uma pesquisa da Pontifícia Universidade Católica (PUC) publicada recentemente, 91% das mulheres se declararam estressadas, isso representa muito mais do que as estatísticas masculinas. O que se observa, é que se o ambiente corporativo favorece longas jornadas de trabalho, diminuindo assim as horas de sono, de atividades físicas, de lazer e da vida familiar, as mulheres são as que mais sofrem com a demanda pessoal e social de estar bem, dos filhos atendidos e com os afazeres domésticos em dia. Isso obriga a mulher a esticar ainda mais as horas que ela se mantém em atividade. Como se isso já não bastasse, a pressão sobre as mulheres por resultados no trabalho é maior que a exercida sobre os homens. A mulher, mais que o homem, continua tendo que provar competência para ter credibilidade e respeito na função que exerce. Isso ocorre, a despeito do fato de que ela tem se sobressaído heroicamente em todas as áreas. Tudo isso junto, é um excelente caminho para o estresse, depressão, problemas cardíacos e outras doenças.
 
 
luz no fim do tunel
 

Há luz no fim do túnel

 
Mesmo entre trancos e barrancos chegamos ao que se tem denominado “A era da mulher”, onde a cada dia conquistam mais o mercado de trabalho e estão dispostas a ocupar o seu lugar, assumindo suas vidas profissionais de forma nunca antes imaginada. O mundo está apostando em valores femininos, como a capacidade de trabalho em equipe contra o antigo individualismo, a persuasão em oposição ao autoritarismo e a cooperação substituindo a competição. Vencer estas barreiras significa progresso feminino, desenvolvimento e cidadania, garantindo assim o progresso da sociedade como um todo.
 
 

O empreendedorismo

mulheres empreendedorasTambém valoriza muitas das características femininas. Hoje temos um grande crescimento do número de empresárias mulheres, das cerca de seis milhões de micro e pequenas empresas existentes no Brasil, algo entre 30 e 35% são lideradas por mulheres. Entre os novos negócios, a participação das mulheres chega a 49,6%, segundo dados do Sebrae. As mulheres desenvolvem um estilo singular quando administram, haja vista que sua abordagem de liderança é fruto de um aprendizado desde a infância sobre valores, comportamentos e interesses voltados mais para a cooperação e relacionamentos. As mulheres levam consigo o comportamento feminino para o ambiente de trabalho, marcado pelo acolhimento, sensibilidade, cuidado na realização das suas tarefas, atenção aos detalhes, capacidade de realizar diversas tarefas ao mesmo tempo e tomadas de decisões em cima de visão holística e participativa, seu estilo de liderança, longe de um gerenciamento no estilo clássico, age como força motriz, catalisadora, incentivando as pessoas a realizarem muito, frequentemente com poucos recursos e em espaços de tempo bem curtos.
 
 

No livro Womenomics

mulheres e a profssãoClaire Shipman e Katty Kay, as autoras afirmam que depois de décadas de tentativas de se equipararem aos homens no âmbito profissional, lutando nas trincheiras dos escritórios nas décadas de 80 e 90, as mulheres ganharam respeito suficiente para começarem a adaptar o ambiente de trabalho às suas necessidades. O livro examina a profundidade da influência feminina como consumidoras e detentoras de capital, sustentando a ideia de que o poder feminino dá às mulheres o direito e a habilidade de requerer flexibilidade em seus empregos e negociar assertiva e efetivamente suas necessidades. Recheado de passos pragmáticos e otimistas, este livro inspirará as leitoras a reconhecerem seu potencial e organizarem suas próprias revoluções femininas para o bem de todos os homens, famílias e trabalhadores. Vale a leitura.
 
 

 

  • Leia não somos mulheres maravilhas.
  • A mulher deve assumir suas características e deixar aflorar sua essência.
  • Não se ache uma heroína, peça ajuda.
  • Você não tem que se encaixar no que já existe, crie um modelo que seja bom para você.
  • Comentários

    Seja Exclusiva
    Receba nossas publicações em primeira mão, cadastre seu email no campo abaixo:

    FECHAR
    Web Design MymensinghPremium WordPress ThemesWeb Development

    E as férias estão chegando…

    festas-de-fim-de-anoNovembro passa tão rápido que quando dermos conta, já será Natal! Pensando em facilitar a vida neste período intenso e corrido, nós aqui na casa da Ana, publicaremos desde dicas para deixar a casa pronta para a grande ceia de Natal e Revellon até como ter as férias sonhadas. Estamos a praticamente 60 dias de 2016!!! Comecem a contagem regressiva...

    Melhor tomar um refresco…

    sombra-e-agua-frescaBem vinda Primavera!!! Mas fala sério, que calor foi esse? Uma amostra do verão em pleno início de primavera. Mas vale para nos prepararmos para o verão. Vem aqui, entre e veja as nossas dicas para o verão e também para a viagem tão esperada e sem gastar muito! verao-sol-e-mar

    Bem vindo na casa da Ana

    na-casa-da-ana-logoQue bom que você veio! Quando nos mudamos para uma casa nova, aos poucos, vamos dando a nossa cara aos ambientes e deixando a casa mais aconchegante e com o nosso jeito... Aqui não é diferente! Na casa da Ana completou 3 meses e já estamos com uma sala de visita nova. Estreamos o cantinho direito com a nova seção "Café com a Ana", assim poderei me sentir mais próxima de vocês e também receber algumas visitas. Adorei a sua companhia, venha sempre!!! Bjs Ana